Notícias

23/9/2020
Nilton Santos monumental


Nilton Santos, Maria Coeli e a estátua - Fotos: Pamella Lima


Com a ajuda do departamento de marketing do Botafogo em 2009, liderada pelo diretor Márcio Padilha, a inauguração da estátua do Nilton Santos, na entrada Oeste do estádio que leva o seu nome, vai completar 11 anos no próximo dia 27. Imponente em 2,5 metros de altura, ela é um registro monumental da grandeza do jogador. O artista plástico responsável pela obra é o botafoguense Edgard Duvivier e você pode conferir uma entrevista dele comentando o processo de criação aqui.

A ideia para realizá-la veio de um grupo de torcedores alvinegros, que preferem o anonimato, incomodados com o desrespeito que o clube vinha sofrendo pela imprensa e opinião pública de um modo geral. A fim de combater essa desvalorização, foram buscar na sua gigante história uma forma de eternizar a memória dos grandes feitos do clube.

“Importante dizer que as estatuas com 2,5m de altura + 1,5 de pedestal são da altura desses jogadores. Ficaria ridículo se um craque qualquer recebesse essa homenagem. O tamanho dessas estátuas são para aqueles jogadores que são mais do que craques, são lendas. Poucos clubes do mundo podem ou poderão no futuro fazer algo parecido. Que sirva para os nossos jovens torcedores entenderem a grandeza única desse clube chamado Botafogo”, explica um dos idealizadores das estátuas, que prefere manter o anonimato.

E, dessa forma, o fizeram. Eternizaram seus ídolos, como deuses do futebol mundial. As três primeiras estátuas (Nilton Santos, Garrincha e Jairzinho) foram produzidas através da doação de botafoguenses. Cada uma tinha 15 ou 16 cotas. A grande maioria foi doada por pessoas físicas. A comunidade alvinegra Comfogo (CNPJ) participou com uma cota apenas na estátua do Nilton Santos.

“Tivemos vários casos lindos de amor pelo Botafogo nesse processo. Na estátua do Nilton Santos uma só família foi responsável pela compra de três cotas. Na do Garrincha, um jovem, que havia recém ganho uma herança, também contribuiu sozinho com a compra de três cotas. Casos lindos de um amor gigantesco pelo nosso clube. A última estátua, do Zagallo, foi feita diretamente pela diretoria do clube, na época dirigida pelo Maurício Assumpção, diretamente com a CBF. Não houve a participação dos torcedores e, por essa razão, ele está com a camisa da seleção brasileira, contou um dos cotistas dos projetos.

Nilton Santos pode acompanhar todo o processo – visitou o ateliê, viu a estátua no estádio antes da inauguração oficial – e recebeu um modelo em miniatura, assim como cada um dos cotistas.

 



COMPARTILHE:
Copyright © 2020 Nilton Santos - Desenvolvido por FelipeAlves.com